Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Sindicato dos Jornalistas de São Paulo’

Amanhã, 21/06, começa a Semana Nacional de Pressão pela imediata votação da PEC do Diploma, no Senado Federal.

A campanha vai de 21 a 28 de junho/12 e tem como objetivo pressionar os senadores a votarem, e

m segundo turno, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Diploma que restabelece a exigência do curso superior específico de Jornalismo para o exercício da profissão de jornalista.

Tanto o presidente do Senado Federal, José Sarney, quanto o líder do governo, senador Eduardo Braga, se comprometeram com o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Celso Schröder, a votar a matéria antes do recesso de julho deste ano.

Então, é chegado o momento de pressionarmos os senadores a votarem e aprovarem essa medida.

Precisamos garantir a volta da regulamentação da nossa profissão e, por conseguinte, defender o jornalismo de qualidade!

Mobilização

De 21 a 28 de junho cada jornalista deve ligar ou falar pessoalmente com os senadores do seu estado para solicitar a votação antes do recesso e também que os próprios parlamentares pressionem o senador Sarney e as lideranças partidárias.

Esse pedido também pode ser reforçado através de um e-mail para os senadores cobrando a votação. Acesse aqui a carta_parlamentares_pdf.

Os jornalistas, professores, estudantes de jornalismo e apoiadores da PEC do Diploma devem enviar mensagens a todos os senadores reivindicando a imediata votação.

Aqueles que tiverem blog, site, perfis nas redes sociais podem colocar o selo da “PEC do Diploma Aprove Já” em “pop up” ou outra forma de destaque nas suas páginas. A mesma pressão deve ser feita no Facebook, Twitter (#pecdodiplomaaproveja), blogs e todas as redes sociais.

Os cursos de Jornalismo também devem se manifestar e organizar ações nas rádios e TVs universitárias através da divulgação de chamadas, mensagens, matérias, entrevistas etc.

Se tudo correr bem a votação poderá acontecer entre os dias 26 e 28 de junho.

Vamos nos organizar em defesa do jornalismo de qualidade e da profissão de jornalista para reconquistar nossa regulamentação!

Vamos fazer um twittaço, buzz no Facebook e em todas as redes sociais marcando presença nas discussões online e offline para garantir nosso diploma.

Abaixo assinado

Se você não assinou, aproveite e assine já o Abaixo Assinado em defesa da PEC do Diploma. Clique aqui e garanta sua manifestação!

Carta aos parlamentares (carta_parlamentares_pdf)

Se quiser enviar e-mail para os parlamentares, sugiro a mensagem do abaixo-assinado:

“EU, FULANO DE TAL, DE CIDADE/ESTADO, expresso apoio às Propostas de Emendas à Constituição que tramitam na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, restabelecendo a exigência do curso superior específico de jornalismo para o exercício da profissão de jornalista.

A PEC 33/2009, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares e relatoria do senador Inácio Arruda, e a PEC 386/2009, de autoria do deputado Paulo Pimenta e relatoria do deputado Maurício Rands, por um lado resgatam a dignidade dos jornalistas brasileiros e contribuem para a garantia do jornalismo de qualidade.

Por outro lado, as PECs estabelecem o local adequado para a discussão extemporânea, promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que, a serviço das grandes empresas de comunicação do país, prestou um desserviço à sociedade brasileira ao desregulamentar a profissão de jornalista.

O parlamento brasileiro responde adequadamente, sintonizado com a opinião pública, a um processo de judicialização da vida nacional, com caráter nitidamente conservador.

Aposto na independência e na vocação democrática do parlamento para reverter uma decisão nitidamente obscurantista do STF, que tem como único objetivo atingir a profissão de jornalista e a sua capacidade de expressar a liberdade de expressão prevista na Constituição Brasileira.

Pela votação imediata das emendas.”

Senadores em São Paulo

– Marta Suplicy: martasuplicy@senadora.gov.br

– Eduardo Suplicy – eduardo.suplicy@senador.gov.br

– Aloysio Nunes Ferreira Filho – aloysionunes.ferreira@senador.gov.br

Em defesa do Jornalismo, da Informação de Qualidade e do Jornalista EU SOU A FAVOR DA APROVAÇÃO DA PEC DO DIPLOMA.

Read Full Post »

Read Full Post »

Na próxima terça-feira, dia 15 de março, às 19 horas, no auditório do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (Rua Rego Freitas, 530, Centro), será realizado o debate “O cerco midiático contra Cuba”. O evento contará com as presenças dos jornalistas Mario Augusto Jakobskind, membro da Academia Brasileira de Imprensa (ABI) e do conselho curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC); Fernando Morais, autor do livro “A Ilha” e de várias biografias de sucesso; e do cubano Ariel Terrero Escalante, editor da Revista Bohemia e comentarista econômico do programa de televisão “Buenos Días” [*].

Organizado pelo Centro de Estudos da Mídia Barão de Itararé, em parceira com o sítio Opera Mundi, o Comitê dos Cinco Patriotas Cubanos e o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), o evento discutirá a atual realidade de Cuba – seus avanços, problemas e desafios. Também debaterá os padrões de manipulação da mídia, que omite as conquistas da revolução cubana e realça apenas suas dificuldades.

Somado ao desumano bloqueio econômico imposto pelos EUA desde o início dos anos 1960, a cerco midiático a Cuba serve para alimentar preconceitos e visões unilaterais. Nas capas da Veja, Folha, Estadão e O Globo ou nos comentários dos “calunistas” das emissoras de televisão e rádio, Fidel Castro e outros líderes cubanos são apresentados como demônios e Cuba, como um inferno. Seus triunfos em várias áreas sociais simplesmente são relegados. Colonizada, a mídia nativa repete os ataques do “império”.
O debate pretende aprofundar a reflexão crítica sobre o processo cubano, que gera amores e ódios na sociedade brasileira. Após o debate, será feito o lançamento do livro “Cuba, apesar do bloqueio”, do jornalista Mario Augusto Jakobskind.

Confirme sua presença por e-mail: contato@baraodeitarare.org.br

 

Mais informações sobre Ariel Terrero

Nascido em 1962, na cidade de Havana, onde reside atualmente.

Formação: Licenciado em jornalismo pela Universidade de Havana (1985).

Ocupação atual:

– Revista Bohemia, chefe de informação nacional e da equipe de jornalismo investigativo;

– Boletim eletrônico Mercados y Tendencias: editor e comentarista.

– Comentarista econômico da revista televisiva Buenos Días.

– Mantém o sítio pessoal: http://www.cubaprofunda.org.

– É membro da Presidência da União de Periodistas de Cuba (UPEC).

Prêmios:

– Premio Nacional de Periodismo Juan Gualberto Gómez (2003 e 1997);

– Pre mio de reportagem, artigo e jornalismo investigativo no Concurso Nacional de Periodismo 26 de Julio (2008, 2006, 2005, 1999 y 1993);

– Terceiro lugar do Premio Latinoamericano de Periodismo José Martí de Prensa Latina (2005). Mención (2003);

– Premio de Periodismo Econômico ANEC-UPEC (2004, 2003, 2002 e 2000);

– Premio Editorial de la Mujer (2006 e 2005);

– Premio de Periodismo Cultural (2005);

– Premio de Periodismo Científico Gilberto Caballero na imprensa escrita (2005 e 2001);

– Premio de Periodismo Científico Fernando Ortiz (1995 y 1992);

– Premio Abril pela trajetória profissional (1999);

– Premio no Concurso Especial sobre Globalização ANEC-UPEC (1999);

– Premio Especial de Crítica (1990).

 

 

Mais informações: Danielle Penha (Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé) – (11) 3054-1829 ou fax (11) 3054-1848.

Acesse: http://www.baraodeitarare.org.br

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: