Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Geral’ Category

No final de 2011 conheci em alguns blogs o projeto 101 coisas em 1001 dias e, desde então, tenho pensado muito nas minhas metas.

Essa ideia tomou mais forma depois que fiz a formação em Practitioner pelo Metaforum – Universidade de Verão. Lá falamos muito sobre priorização e organização das coisas e, principalmente, sobre planos e metas de vida.

Nessas últimas semanas aprendi muito sobre como é importante definir e nos mantermos focados em nossos objetivos pessoais na vida e como nossa mente pode nos auxiliar em nossas conquistas e metas.

Então, essa é a minha lista de 101 coisas que quero fazer no prazo de 1001 dias.

MINHA LISTA: 101 coisas em 1001 dias

  • O projeto: Completar 101 metas previamente estabelecidas no período de 1001 dias.
  • Critérios: As tarefas precisam ser específicas, realistas e mensuráveis.
  • Início: Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012
  • Término: Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Legenda:
– itens cancelados
itens em andamento
itens concluídos

Crescimento Pessoal e Profissional
1. Estudar Inglês para melhorar meu nível de conversação
2. Participar de um treinamento de desenvolvimento pessoal no Instituto Tadashi Kadomoto
3. Participar de um treinamento de desenvolvimento pessoal do Massaru Ogata
4. Fazer o treinamento do Master Practitioner
5. Participar de um treinamento de desenvolvimento pessoal no Intra
6. Montar meu portfólio de serviços web (disponibilizar esses serviços aqui no blog)
7. Aprender a dirigir e “tirar” carta de motorista
8. Fazer um curso de mestrado (pós graduação ou MBA)
9. Fazer um curso de Jornalismo Digital ou Webwriting (atualização)
10. Aplicar os princípios da Programação Neurolinguística (PNL) diariamente em minha vida
11. Fazer um curso de Google Adwords e¬¬/ou Links Patrocinados
12. Fazer a prova do 8Ps do MKT Digital
13. Atualizar meu Currículo Lattes (regularmente, de acordo com minha produção profissional ou acadêmica)

Viagens, Lazer e Cultura
14. Ir ao “Wet’n Wild”
15. Viajar para a Austrália
16. Viajar para Lençol Maranhense
17. Viajar para Amazonas, principalmente, para Parintins para conhecer o Boi Azul – Caprichoso
18. Conhecer o Museu da Língua Portuguesa
19. Conhecer o Museu do Futebol
20. Visitar a Bienal do Livro de São Paulo
21. Ir ao cinema, pelo menos 30 vezes (média de uma vez ao mês)
22. Ir ao teatro, pelo menos 10 vezes (média de uma vez por trimestre)
23. Visitar Florianópolis (retornar à Lagoa da Conceição e Praia Mole)
24. Assistir a um espetáculo teatral/musical por ano
25. Ir a um show internacional
26. Conhecer Jau ou Franca (cidade dos calçados)
27. Fazer intercâmbio ou mobilidade internacional
28. Fazer uma lista das cidades brasileiras e países que eu pretendo conhecer um dia e conhecer uma delas por ano
29. Visitar a Igreja Messiânica (para matar a saudade)
30. Visitar o Solo Sagrado de Guarapiranga, em São Paulo
31. Ir pelo menos uma vez ao carnaval no sambódromo de SP
32. Ir pelo menos uma vez ao carnaval na Sapucaí no RJ
33. Ir pra balada (ao menos duas vezes por ano)
34. Comprar e assistir a série completa do “Dr. House”
35. Comprar e assistir a série completa de “Gilmore Girl”
36. Assistir os 6 episódios de “Star Wars”

Limpeza e Organização
37. Arrumar uma costureira de confiança para remodelar minhas roupas velhas
38. Organizar minhas fotografias antigas (principalmente as fotos das minhas viagens internacionais)
39. “Tirar” meu visto para EUA
40. Listar os livros que quero ler, organizar um calendário de leitura e escrever uma resenha/crítica para cada um dos livros que eu ler nestes 1001 dias (postar aqui no blog)
41. Fazer uma lista dos filmes que desejo assistir e escrever uma resenha/crítica para cada um dos filmes que eu assistir nestes 1001 dias (postar aqui no blog)
42. Imprimir fotos da família, colocar em porta-retratos e espalhar pela casa
43. Fazer uma lista de “Mudanças de Hábitos” para ser colocada em prática por 30 dias
44. Organizar uma lista e cronograma de leitura dos e-books
45. Fazer uma nova lista de 101 Coisas ao final do período desta lista

Culinária e Gastronomia
46. Aprender a cozinhar (nível intermediário/médio, mais do que o trivial)
47. Comer uma comida diferente (postar aqui no blog)
48. Oferecer um Jantar ou Almoço para minhas amigas

Hobbies e/ou Trabalhos Manuais
49. Executar pelo menos um projeto fotográfico (postar aqui no blog o desenvolvimento até a finalização do projeto)
50. Fazer uma peça de bijuteria por semestre (para uso pessoal)
51. Responder as “50 perguntas que Free Your Mind” (postar aqui no blog)

Saúde, Corpo e Esporte
52. Ir ao dentista para um tratamento odontológico completo
53. Fazer atividade física com regularidade (spinning)
54. Emagrecer 5kg e manter este peso por pelo menos 3 meses
55. Usar todos os cremes que tenho, porque são muitos (não comprar nenhum creme por pelo menos 10 meses ou até terminar de usar todos os que tenho)
56. Usar todos os perfumes que tenho, porque são muitos (não comprar nenhum perfume por pelo menos 10 meses ou até terminar de usar todos os que tenho)
57. Aprender a fazer uma escova (secador + chapinha) igual às feitas no salão de cabeleireiro
58. Aprender a meditar e praticar regularmente
59. Comer pelo menos uma fruta fresca por dia
60. Aprender a nadar
61. Aprender a correr e praticar regularmente (conhecer o CUCA)
62. Fazer algum esporte radical (de preferência ir ao Rio de Janeiro para saltar de Parapente)
63. Dermatologista: fazer tratamento contra as manchas na pele (rosto)
64. Usar os métodos da PNL e da Física Quântica para manter meu alinhamento energético (vibrações e pensamentos positivos)

Finanças, Investimentos e Compras
65. Vender minha casa em Hortolândia e comprar uma boa casa em Campinas
66. Dar um “up” na minha carreira de prestadora de serviços (emotizar)
67. Meta Top Secret (Vila Boa Vista)
68. Comprar um aparelho de fax
69. Comprar uma câmera digital ou filmadora semi-profissional
70. Poupar dinheiro (rever minha meta financeira)
71. Colocar R$ 10 na poupança para cada item cumprido da lista
72. Fazer um plano de Previdência Privada
73. Conhecer a Feira da Madrugada, em São Paulo
74. Conhecer a loja “Galinha Morta”, em São Paulo
75. Trocar meu Ipad 1 pelo 2
76. Levar minha pedra Turquesa (comprada na Turquia) para um Ouvires fazer um anel bem bonito
77. Matricular a Neze num curso de Desenho/Pintura

Relacionamentos: Família, Amigos, Colegas, Pets etc
78. Adotar um peixinho de estimação
79. Conhecer pessoalmente 5 amigos virtuais (somente amigos que conheço na blogosfera)
80. Visitar pessoalmente minhas amigas (com regularidade)
81. Ir pescar, pelo menos uma vez ao mês com a Neze
82. “Emotizar” um desejo secreto (só revelar quando ele for realizado)

Internet, Blog e sites (vida online)
83. Escrever e publicar posts para todos os itens concluídos desta lista
84. Manter minha meta de desenvolvimento estabelecida para este blog
85. Escrever pelo menos um post por semana
86. Finalizar minha lista de artigos pendentes
87. Ir a um encontro de blogueiros
88. Criar um cabeçalho bacana e exclusivo para o meu blog
89. Montar uma página de vendas (dentro deste blog) para todos os produtos que não quero mais e que estão seminovos
90. Analisar (revisar e dar dicas) para melhorias de um blog de uma amiga
91. Convidar uma amiga (especialista na área de Comunicação) para postar um artigo neste blog (uma vez por semestre)

Experiências Diferentes
92. Dormir sob as estrelas
93. Acampar
94. Deixe uma nota de inspiração dentro de um livro para alguém encontrar
95. Visitar um asilo
96. Participar anualmente do projeto Doe Palavras (escrevendo cartas para pacientes internados)
97. Adotar anualmente uma criança carente no fim de ano (projeto da Casa de Jesus ou outro)
98. Levar meus familiares e amigos ao trabalho de prosperidade oferecido pela Casa dos Tarefeiros
99. Aprender a jogar xadrez
100. Apadrinhar uma criança carente ou um analfabeto
101. Escrever 5 cartas (manuscritas) para alguns amigos(as)

Mais informações sobre o projeto 101 coisas em 1001 dias:
Blog Patrícia Muller (projeto publicado originalmente neste blog)

Projeto Dia Zero (site com listas online)

Fan page do projeto no Facebook
Site Timeandate (ferramenta que ajuda a calcular/planejar as datas)

A tragédia da vida não está em não alcançar seu objetivo.
A tragédia está em não ter nenhum objetivo a alcançar. ”
Benjamin E. Mays

Read Full Post »

Estou de luto e de coração partido, mais uma vez! Agora pela perda da minha melhor amiga, Ana Maria.

Mais um pedacinho de mim também morreu agora. E além de muitas saudades, você deixa um vazio em meu coração.

Espero que a Alta Espiritualidade lhe receba com muito amor. E que você encontre paz, entedimento, amor, luz, força e fé nesta nova jornada que se inicia.

Acredito na imortalidade do espírito e tenho certeza, minha querida amiga, que iremos nos encontrar novamente. Nada acontece por acaso!

Fique em paz! Saudade! Te amo!!!

Read Full Post »

Na primeira semana deste mês recebi os dados estatísticos do WordPress e fiquei muito feliz com os resultados alcançados pelo meu blog.

Inicialmente, no final de 2008, criei um blog no UOL, que se mostrou uma ferramenta inadequada para as minhas necessidades. Passei um ano inteiro com um número mínimo de visitas e com dificuldades de projetar um layout desejado. Enfim, completamente frustrante!

Então em novembro/2011, depois de uma longa pesquisa sobre qual plataforma se adequava melhor às minhas necessidades, decidi migrar todo o conteúdo do meu blog UOL para o WordPress.

Apesar de não ter grandes pretensões com esse simples blog e de não ter elaborado um Plano de Metas, me sinto satisfeita de poder escrever sobre o que gosto e, principalmente, de ser lida. Obrigada pela visita!

Passeando por vários blogs aprendi que é importante para um blog ter metas e planejar como atingi-las. E depois de dois anos escrevendo por/com prazer e diversão recebi algumas estimativas que me animaram a traçar um projeto humilde para o Blog da Nanda.

Meus objetivos para 2012:

  • Mudar o layout do blog (para que ele se torne mais funcional e bonito)
  • Aumentar o numero de visitantes (de preferência mais de 4.200 mil usuários)
  • Iniciar um projeto para ganhar novos subscritores RSS
  • Aumentar o número de novos comentários
  • Aumentar o número de novos seguidores do blog
  • Lançar promoções de brindes e de produtos de qualidade com valores atrativos ou gratuitos
  • Criar um programa de afiliados para a promoção dos produtos do blog
  • Duplicar o número de artigos escritos
  • Tornar o Blog da Nanda um espaço profissional de discussão sobre Comunicação com atenção especial para os temas de Jornalismo, Marketing e Cultura Digital.

Espero seguir minhas metas com afinco, cumprir meus objetivos e contar com a ajuda dos leitores para tornar esse blog melhor: com mais qualidade e útil.

Obrigada a todos que passaram por aqui e um cumprimento especial àqueles que deixaram seus comentários.

Estatísticas Interessantes

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 2.100 vezes em 2011. Se fosse um bonde, eram precisas 35 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

Quais são seus planos e metas para 2012? Compartilhe aqui!

Read Full Post »

Acompanhe essa parábola da vaca e pense em como ela se aplica ao seu cotidiano.

Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita. Chegando ao sítio, constatou a pobreza do lugar.

Os moradores eram um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas.

O mestre, então, aproximou-se do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou:

– Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e sua família sobrevivem aqui?

E o senhor respondeu:

– Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias.

Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros de alimentos, a outra parte nós produzimos queijo e coalhada para nosso consumo, e assim vamos sobrevivendo…

O sábio agradeceu, contemplou o lugar por uns momentos, despediu-se e foi embora.

No meio do caminho ordenou ao seu discípulo:

– Pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali na frente e empurre-a. Jogue-a lá embaixo!

O jovem arregalou os olhos, espantado, e questionou o mestre sobre o fato da vaquinha ser o único meio de sobrevivência da família.

Mas, como percebeu o silêncio absoluto do mestre, foi cumprir a ordem e viu a vaquinha morrer.

Um dia ele resolveu largar tudo o que tinha aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família.

Pedir perdão e ajudá-los.

Assim o fez, e quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado,  e algumas crianças brincando no jardim.

Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver.

Foi recebido por um caseiro, e então, perguntou sobre a família que ali morava há uns 4 anos e o caseiro respondeu:

– Continuam morando aqui.

Espantado, ele entrou na casa e viu que era a mesma família que visitara antes com o mestre.

Elogiou o local e perguntou ao dono da vaquinha:

– Como o senhor melhorou esse sítio e está tão bem de vida?

E o senhor respondeu:

– Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu.

Daí em diante, tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos.

Assim alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora!”

Meu comentário:

Nós temos uma vaquinha que supre nossas necessidades diárias. E por isso, não nos mobilizamos muito para mudar as coisas, apenas tentamos nos adequar as mudanças quando elas acontencem.

Vivemos constantemente na zona de conforto e matar a nossa vaquinha nos leva à zona de esforço, local ideal para alçarmos novos vôos.

Em 2011 eu descobri qual era a minha vaquinha e conclui que preciso matá-la para desenvolver novas habilidades para lidar com os obstáculos da vida, crescer profissionalmente e espiritualmente e permitir que coisas boas e novas me acontençam.

Não espere a coisa ficar ruim ou insustentável para agir. Desperte seu gigante interior – aquele que te dá força e coragem para enfrentar as mudanças – e tome uma atitude!

  • Você sabe qual é a sua vaquinha?
  • E já adquiriu coragem para empurrá-la morro abaixo?

Deixe seu comentário.

Read Full Post »

boas_festas_2011

 

 

 

 

 

Read Full Post »

Departamento de Formação do Sindicato dos Jornalistas e FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas promovem o debat:

“O Brasil de Dilma Rousseff: Conjuntura e Perspectivas Político-Econômicas do novo Governo”

A atividade será no sábado, 09 de abril, das 10h00 às 13h00 e as

inscrições são gratuitas

No programa serão abordados os temas: “Política: O Brasil nos próximos 4 anos” com o Prof. Dr. Humberto Dantas (doutor em Ciências Políticas pela USP) e “Economia Brasileira: Desafios a curto e longo prazo” com o Prof.  Marco Antonio S. de Vasconcellos (professor da FEA/USP). No final, o professor Francisco Carlos mediará um debate com os palestrantes.

As vagas são limitadas e a  inscrição deverá ser feita até 07 de abril, quinta-feira, no Departamento de Formação do Sindicato dos Jornalistas pelo e-mail: cursos@sjsp.org.br no assunto coloque INSCRIÇÃO DEBATE e encaminhe os dados: nome completo, formação (curso, faculdade e ano que se formou), número do MTb, empresa onde trabalha e função, e-mail e telefones para contato.

O evento será no Auditório da FIPE – Unidade Paulista (Avenida Paulista, 1.499 – 4º. Andar, entrada pela Alameda Casa Branca, 35 – próximo ao metrô Trianon-MASP).  Outras informações no telefone (11) 3217 6299 ramal 6233 com Marlene ou Fabio, das 9h00 às 18h00, pelo e-mail: cursos@sjsp.org.br

Programação:

– das 9h30 às 10h00 – Credenciamento

– 10h00 às 10h45 – “Política: O Brasil nos próximos 4 anos”

Palestrante: Prof. Dr. Humberto Dantas, doutor em Ciências Políticas pela USP, professor universitário e organizador do livro  “Educação Política: Reflexões e Práticas Democráticas”, Ed. Konrad Adenaur

– 11h00 às 11h45 – “Economia Brasileira: Desafios a curto e longo prazo”

Palestrante: Prof. Marco Antonio S. de Vasconcellos, professor da FEA/USP e co-autor de diversos livros sobre economia, entre eles “Fundamentos de Economia” Ed. Saraiva e “Economia Brasileira Contemporânea”, Ed. Atlas

– 12h00 às 13h00 – “Bate-papo com os palestrantes”

Mediação: Prof. Francisco Carlos, economista pela FEA/USP e doutor em Energia e Desenvolvimento pela mesma instituição. Atualmente é professor e pesquisador da FIPE nas áreas de Economia, Sustentabilidade e Mercado Financeiro

Sobre o Departamento de Formação

O  Departamento de Formação Profissional do Sindicato dos Jornalistas foi criado em 2000, com o objetivo de atender à necessidade de formação complementar e requalificação do jornalista, além de refletir criticamente sobre a prática profissional, especialmente nos aspectos éticos que envolvem o exercício cotidiano da profissão, para isso, desenvolveu e implementou um programa de cursos, oficinas e convênios que possibilita aos jornalistas a continuidade de sua formação profissional.

http://www.jornalistasp.org.br

Sobre a FIPE

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – Fipe é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, criada em 1973 para apoiar o Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), com destacada atuação nas áreas de pesquisa e ensino. A Fipe estuda os fenômenos econômicos e sociais com base no instrumental teórico e metodológico da Economia, com o propósito de contribuir para:

– o debate dos problemas econômicos e sociais do país;

– a formulação de políticas econômicas e outras políticas públicas;

– a avaliação da importância dessas políticas para o crescimento sustentável da economia brasileira, o fortalecimento do sistema produtivo, o aumento da competitividade do país, a melhor distribuição da renda e a eliminação da pobreza.

http://www.fipe.org.br

http://www.sjsp.org.br

 

Fonte: Sindicato dos Jornalistas de SP

Read Full Post »

Se você tinha uma tarefa a cumprir e não fez, é ?


(   ) Irresponsabilidade

(   ) Falta de Responsabilidade

(   ) Estava muito ocupado fazendo outras tarefas

(   ) Hã! A tarefa era para eu fazer???

(   ) Nenhuma das alternativas anteriores

Na semana passada me envolvi numa polêmica muito difícil de ser explicada e suportada. Tirando o stress da discussão descobri que as pessoas usam palavras diferentes para dizer a mesma coisa. E depois dizem que são conceitos diferentes???

Pra mim é tudo a mesma coisa!!!

Como ser humano, consciente e, por fim, JORNALISTA, não acredito na verdade absoluta.

Acredito que existem fatos e versões que são dadas de acordo com o seu interlocutor. São oferecidos pontos de vista de vários ângulos e cabe às pessoas escolher o que melhor lhe agrade ou se encaixe em sua visão de mundo.

Vamos à polêmica:

Qual a diferença entre irresponsabilidade e falta de responsabilidade?

Difícil, hein… rsrs

Cogitei escrever um e-mail para o digníssimo prof. Pasquale Cipro Neto para sanar essa incógnita que me tomou de súbito a semana passada.

A primeira conclusão a que cheguei é que IRRESPONSABILIDADE é a qualidade do que é irresponsável.

De posse dessa linda definição fui atrás do “pai dos burros”.

O tradicional dicionário Aurélio diz que IRRESPONSÁVEL é:

  • Que não é responsável por seus atos:

Já o conceituado Houaiss diz que IRRESPONSÁVEL é:

1) não responsável

  • Que não pode ser responsabilizado
  • Que não está obrigado a responder pelos seus atos
  • Que revela irresponsabilidade
  • Que ou aquele que age irresponsavelmente

Os dicionários apresentam alguns exemplos:

  • Menino irresponsável.
  • Adulto irresponsável.
  • É um irresponsável incapaz de assumir compromissos.

“Falando mais da mesma coisa” busquei a definição de RESPONSABILIDADE e encontrei no Houaiss:

  • Obrigação de responder pelas ações próprias ou dos outros
  • Caráter ou estado do que é responsável

Indo mais fundo na questão fui buscar o sentido de FALTA DE RESPONSABILIDADE:

A conclusão é que a palavra “falta” representa:

  • Ausência, supressão e ação ou omissão, voluntária ou involuntária

Ao pesquisar o antônimo de RESPONSABILIDADE encontrei IRRESPONSABILIDADE.

Por fim, FALTA DE RESPONSABILIDADE:

  • É a ausência ou omissão da obrigação de responder pelas ações próprias ou dos outros, ou que não está obrigado a responder pelos seus atos, ou seja, o indivíduo que não é responsável ou não tem responsabilidade.

Tudo bem!

Confesso que essa conversa sobre responsabilidade dá dor de cabeça. Mas acredito que , ao pé da letra, quando você é uma pessoa irresponsável, NÃO TEM CARÁTER OU ESTADO do que é responsável, não é passível de arcar com um compromisso ou tarefa e, consequentemente, é uma pessoa que não pode ser responsabilizada por um ato.

Situação hipotética?

  • Se no momento que designamos uma tarefa/compromisso soubermos que determinado indivíduo não pode “arcar” com esse compromisso. Se ele não cumprir essa tarefa não poderemos responsabilizá-lo ou cobrá-lo por tal compromisso, porque sabíamos de antemão que ele não seria capaz.

Se ele não seria capaz de fazê-lo porque então responsabilizá-lo pelo não feito???

 

 

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: